Mais letramento em saúde, mais segurança do paciente: um estudo de caso sobre campanhas de segurança do paciente num centro hospitalar português

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17566/ciads.v11i3.917

Palavras-chave:

Segurança do Paciente, Letramento em Saúde, Programas e Projetos de Saúde, Participação do Paciente

Resumo

Objetivo: descrever a estratégia implementada numa organização de saúde que pretende aumentar o letramento em saúde do cidadão, envolvendo pacientes, cuidadores e profissionais na promoção de cuidados de saúde mais seguros. Metodologia: relato de experiência de um centro hospitalar português no desenvolvimento de estratégias de letramento em saúde para cidadãos, com realização de diversas atividades integradas em campanhas anuais de segurança do paciente. Resultados: os temas destas campanhas alinham-se com orientações da Organização Mundial de Saúde, estratégia nacional para qualidade e segurança do paciente e objetivos estratégicos da instituição. Das atividades desenvolvidas destacam-se: 42 conferências por peritos e pacientes/cuidadores; elaboração de diferentes materiais informativos com recomendações de segurança; rondas de segurança do paciente para identificação de boas práticas; formação em contexto de trabalho. Decorrente destas campanhas, vários departamentos da instituição têm desenvolvido projetos de melhoria contínua e segurança do paciente. Conclusão: o letramento em saúde contribui para tomadas de decisão mais informadas e esclarecidas, com melhores resultados em saúde e segurança nos cuidados. Informado e esclarecido, o paciente poderá ser promotor da sua segurança e participar na construção de sistemas de saúde mais seguros, contribuindo para melhores resultados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Cristina de Almeida Marinho Diniz, Centro Hospitalar Universitário Lisboa Central

Mestre em Enfermagem, com especialização em Enfermagem Médico-cirúrgica, Universidade Católica Portuguesa, Lisboa, Portugal; enfermeira especialista, Gabinete de Segurança do Doente, Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central, Lisboa, Portugal. https://orcid.org/0000-0001-9762-9785. E-mail: amarinholx@gmail.com

Idalina Maria Santos Vieira Lisboa Bordalo, Centro Hospitalar Universitário Lisboa Central

Mestre em Gestão dos Serviços de Saúde, Instituto Universitário de Lisboa, Lisboa, Portugal; enfermeira especialista, Gabinete de Segurança do Doente, Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central, Lisboa, Portugal. https://orcid.org/0000-0003-1404-7443. E-mail: idalina.bordalo@gmail.com

Catarina Isabel Gomes Mendes Ferreira, Centro Hospitalar Universitário Lisboa Central

Mestre em Enfermagem, com especialização em Enfermagem Médico-cirúrgica, Universidade Católica Portuguesa, Lisboa, Portugal; enfermeira especialista, Gabinete de Segurança do Doente, Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central, Lisboa, Portugal. https://orcid.org/0000-0003-3782-4057. E-mail: catarinaimf@gmail.com

Susana Maria Sardinha Vieira Ramos, Centro Hospitalar Universitário Lisboa Central

Mestre em Infeções Relacionadas com os Cuidados de Saúde, Universidade Católica Portuguesa, Lisboa, Portugal; enfermeira gestora, Gabinete de Segurança do Doente, Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central, Lisboa, Portugal. https://orcid.org/0000-0003-4043-7955. E-mail: ramos.suzy@gmail.com

Referências

Minahim MA. A autonomia na relação médico-paciente: breves considerações. Cadernos Ibero Americanos de Direito Sanitário. [Internet]. 1º de abril de 2020 [citado em 25º de fevereiro de 2022];9(1):85-9. Disponível em: https://www.cadernos.prodisa.fiocruz.br/index.php/cadernos/article/view/601

Albuquerque A, Antunes CMTB. Tomada de decisão compartilhada na saúde: aproximações e distanciamentos entre a ajuda decisional e os apoios de tomada de decisão. Cad. Ibero Am. Direito Sanit. [Internet]. 18º de março de 2021 [citado em 4º de março de 2022];10(1):203-2. Disponível em: https://www.cadernos.prodisa.fiocruz.br/index.php/cadernos/article/view/621

Wittink H, Oosterhaven, J. Patient education and health literacy. Musculoskeletal Science and Practice. [Internet]. 2018 [citado em 25º de fevereiro de 2022]; 38:120-127. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.msksp.2018.06.004

Beauchamp T, Childress J. Principles of Biomedical Ethics. 5th ed. Oxford: Oxford University Press. 2001.

Santos MC, Grilo AM. Comunicação e Gestão da informação para a Segurança do Doente. In Barroso F, Sale L, Ramos S (Coords.). Guia Prático para a Segurança do Doente. 1ª edição. Lisboa: Lidel. (2021). p. 63-77.

Araújo ATM, Fernandes LS. Liberdade decisória do médico e compreensão pelo paciente: o dever recíproco de informação como pressuposto fundamental. Cad. Ibero Am. Direito Sanit. [Internet]. 18º de março de 2021 [citado em 4º de março de 2022];10(1):149-64. Disponível em: https://www.cadernos.prodisa.fiocruz.br/index.php/cadernos/article/view/645

World Health Organization. Health promotion glossary [Internet]. Geneva: WHO; 1998

[citado em 25º de fevereiro de 2022]. Disponível em: https://www.who.int/healthpromotion/about/HPR%20Glossary%201998.pdf

Polster DS. Confronting barriers to improve healthcare literacy and cultural competency in disparate populations. Nursing. [Internet]. Dezembro 2018 [citado em 25º de fevereiro de 2022]; 48(12): 28-33. Disponível em: https://doi.org/10.1097/01.NURSE.0000547717.61986.25

Espanha R, Ávila P, Mendes RV. Literacia em Saúde em Portugal: relatório síntese. [Internet]. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian. 2016. [citado em 25º de fevereiro de 2022]. 16p. Disponível em: https://content.gulbenkian.pt/wp-content/uploads/2017/08/29203225/PGISVersCurtaFCB_FINAL2016.pdf

Pedro AR, Amaral O, Escoval A. Literacia em saúde, dos dados à ação: tradução, validação e aplicação do European Health Literacy Survey em Portugal. Revista Portuguesa de Saúde Pública. [Internet]. 2016. [citado em 25º de fevereiro de 2022]; 34(3): 259-275. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.rpsp.2016.07.002

Direção Geral da Saúde. Estrutura Concetual da Classificação Internacional sobre Segurança do Doente. Relatório técnico Final. Lisboa: Direção Geral da Saúde; 2011. 142 p. Disponível em: https://www.dgs.pt/documentos-e-publicacoes/classificacao-internacional-sobre-seguranca-do-doente-png.aspx

Diniz AC, Ferreira CI, Damião MC, Xavier HC. Health Literacy of Oncologic Patients and Their Informal Caregivers: A Pathway for Patient Safety. In: Vaz de Almeida C, Ramos S Handbook of Research on Assertiveness, Clarity, and Positivity in Health Literacy [Internet]. 1ª ed. Hershey: IGI Global; 2022 [citado em 25º de fevereiro de 2022]. [p. 238-255]. Disponível em: https://doi.org/10.4018/978-1-7998-8824-6.ch014

Stevenson L, Lang A, Macdonald M, Archer J, Berlanda C. Safety in home care: thinking outside the hospital box. Healthcare Quarterly. [Internet]. Abril de 2012. [citado em 25º de fevereiro de 2022]; 15 (special issue): 68-72. Disponível em: https://doi.org/10.12927/hcq.2012.22838

World Health Organization. Patients for Patient Safety Partnerships for Safer Health Care [Internet]. Geneva: WHO; 2013 [citado em 25º de fevereiro de 2022]. Disponível em: https://www.who.int/patientsafety/patients_for_patient/PFPS_brochure_2013.pdf

Ramos S, Almeida CV. Speak up: vitalizar o paciente para uma melhor literacia em saúde. In Almeida CV, Moraes KL, Brasil VV. 50 Técnicas de literacia em saúde na prática. Um guia para a saúde [Internet]. 1ª ed. Chisinau: Novas Edições Acadêmicas; 2020 [citado em 26º de fevereiro de 2022]. [p. 190-194]. Disponível em: http://www.chlc.min-saude.pt/wp-content/uploads/sites/3/2019/10/o-Central-3-Seguranca-Doente.pdf

Ramos S, Marinho A, Mendes C, Bordalo I, Trindade L, Castro T, Faustino C. Literacia em segurança do doente: um percurso em construção. Newsletter O Central [Internet]. 2019 [citado em 26º de fevereiro de 2022]. 7p. Disponível em: http://www.chlc.min-saude.pt/wp-content/uploads/sites/3/2019/10/o-Central-3-Seguranca-Doente.pdf

Ramos S. Segurança do Doente e Literacia em Saúde. In Almeida CV, Moraes KL, Brasil VV. 50 Técnicas de literacia em saúde na prática. Um guia para a saúde [Internet]. 1ª ed. Chisinau: Novas Edições Acadêmicas; 2020 [citado em 26º de fevereiro de 2022]. [p. 167-173]. Disponível em: http://www.chlc.min-saude.pt/wp-content/uploads/sites/3/2019/10/o-Central-3-Seguranca-Doente.pdf

Almeida CV. Literacia em saúde e capacitação dos profissionais de saúde: o modelo de comunicação em saúde ACP. Associação Portuguesa de Documentação e Informação de Saúde. [Internet]. 2020. [citado em 26º de fevereiro de 2022]. 12p. Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.26/34417

Sørensen K, Makaroff L, Myers L, Robinson P, Henning GJ, Gunther CE, Roediger AE. The call for a strategic framework to improve cancer literacy in Europe. Archives of Public Health volume. [Internet]. 23 de junho de 2020. [citado em 25º de fevereiro de 2022]; 78(60): 1-4. Disponível em: https://doi.org/10.1186/s13690-020-00441-y

Lee M, Lee NJ, Seo HJ, Jang H, Kim SM. Interventions to Engage Patients and Families in Patient Safety: A Systematic Review. Western Journal of Nursing Research. [Internet]. 22 de dezembro de 2020. [citado em 15º de fevereiro de 2022]; 43(10):972-983. Disponível em: https://doi:10.1177/0193945920980770

World Health Organization. Patients for Patient Safety [Internet]. Geneva: WHO; 2022 [citado em 23º de fevereiro de 2022]. Disponível em: https://www.who.int/initiatives/patients-for-patient-safety

Sandelowski M. What's in a name? Qualitative description revisited. Research in nursing & health [Internet]. 2010. [citado em 05º de julho de 2022]; 33(1): 77-84. Disponível em: https://doi.org/10.1002/nur.20362

Mussi RF, Flores FF, Almeida CB. Pressupostos para a elaboração de relato de experiência como conhecimento científico. Revista Práxis Educacional. [Internet]. 01de outubro de 2021. [citado em 15º de fevereiro de 2022]; 17(48): 1-18. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=8089493

Van CD, McInerney P, Cooke R. Patients’ involvement in improvement initiatives: a qualitative systematic review. JBI Database of Systematic Reviews and Implementation Reports [Internet]. Outubro 2015. [citado em 15º de fevereiro de 2022]; 13(10): 232-290. Disponível em: https://doi.org/10.11124/jbisrir-2015-1452

Serrão C, Veiga S, Vieira I, Almeida V, Ribeiro S, Santos D, Cadima J, Ralha S, Fonseca P, Marques A. Literacia em saúde: Um desafio na e para a terceira idade- Manual de Boas Práticas. [Internet]. 1ª ed. Maia: Tipografia Lessa. 2014. [citado em 26º de fevereiro de 2022]. 83p. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/290440294_Literacia_em_saude_um_desafio_na_e_para_a_terceira_idade_-_Manual_de_boas_Praticas

Bombard Y, Baker GR, Orlando E, Fancott C, Bhatia P, Casalino S, Onate K, Denis JL, Pomey MP. Engaging patients to improve quality of care: a systematic review. Implementation Science. [Internet]. 26 de julho de 2018. [citado em 15º de fevereiro de 2022]; 13(98): 1-22. Disponível em: https://doi.org/10.1186/s13012-018-0784-z

Gudi N, Nair RB, Godinho MA, Hadpad B. A Retrospective Analysis of ‘Slip-and-Fall’ Injuries Among Inpatients at a Tertiary Care Hospital, Karnataka, India. Journal of Clinical and Diagnostic Research [Internet]. Março de 2018. [citado em 16º de fevereiro de 2022]; 12(3): 1-3. Disponível em: https://doi.org/10.7860/JCDR/2018/31847.11312

Heng H, Jazayeri D, Shaw L, Kiegaldie D, Hill AM, Morris ME. Hospital falls prevention with patient education: a scoping review. BMC Geriatrics. [Internet]. 15 de abril 2020. [citado em 16º de fevereiro de 2022]; 20(140): 1-12. Disponível em: https://doi.org/10.1186/s12877-020-01515-w

Ximenes MA, Brandão MG, Araújo TM, Galindo Neto NM, Barros LM, Caetano JA. Efetividade de intervenções educativas para prevenção de quedas: revisão sistemática. Texto & Contexto-Enfermagem [Internet]. 2021. [citado em 16º de fevereiro de 2022]; 30: 1-21. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1980-265X-TCE-2020-0558

Schubbe D, Scalia P, Yen RW, Saunders CH, Cohen S, Elwyn G, Van Den Muijsenbergh M, Durand MA. Using pictures to convey health information: A systematic review and meta-analysis of the effects on patient and consumer health behaviors and outcomes. Patient Education and Counseling. [Internet]. Outubro de 2020 [citado em 14º de fevereiro de 2022]; 103(10):1935-1960. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.pec.2020.04.010

Netto JT, Pimentel ZA, Romano MRVR. Inclusão digital e literacia em saúde: uma experiência educativa em tempos de pandemia do Covid-19. Research, Society and Development. [Internet]. 14 de fevereiro de 2022 [citado em 26º de fevereiro de 2022];11(3): 1-8. Disponível em: https://doi.org/10.33448/rsd-v11i3.26415

Schwendimann R, Klimmeck-Bader S, Mohr G. Sicherheitsrundgänge–Abteilungsbesuche mit Fokus auf die Patientensicherheit [Safety WalkRounds—clinical unit visits with a focus on patient safety]. Pflege. [Internet] 20 de setembro de 2019 [citado em 26º de fevereiro de 2022]; 32(5): 259-266. Disponível em: https://doi.org/10.1024/1012-5302/a000688

Synnot A, Bragge P, Lowe D, Nunn JS, O’Sullivan M, Horvat, L, Tong A, Kay D, Ghersi D, McDonald S, Poole N, Bourke N, Lannin N, Vadasz D, Oliver S, Carrey K, Hill SJ. Research priorities in health communication and participation: international survey of consumers and other stakeholders. British Medical Journal. [Internet] 8 de maio de 2018 [citado em 26º de fevereiro de 2022]; 8(5): 1-10. Disponível em: https://doi.org/10.1136/bmjopen-2017-019481

Sahlström M, Partanen P, Azimirad M, Selander T, Turunen H. Patient participation in patient safety—An exploration of promoting factors. Journal Nursing Management. [Internet]. Janeiro 2019 [citado em 14º de fevereiro de 2022]; 27: 84– 92. Disponível em: https://doi.org/10.1111/jonm.12651

Gandhi TK, Kaplan GS, Leape L, Berwick DM, Edgman-Levitan S, Edmondson A, Meyer GS, Michaels D, Morath JM, Vincent C, Wachter R. Transforming concepts in patient safety: a progress report. British Medical Journal Quality & Safety. [Internet] 17 de julho de 2018 [citado em 14º de fevereiro de 2022]; 27(12):1019-1026. Disponível em: https://doi.org/10.1136/bmjqs-2017-007756

Liang L, Cako A, Urquhart R, Straus SE, Wodchis WP, Baker GR, Gagliardi A. Patient engagement in hospital health service planning and improvement: a scoping review. British Medical Journal [Internet] 2018 [citado em 26º de fevereiro de 2022]; 8(1): 1-8. Disponível em: https://doi.org/10.1136/bmjopen-2017-018263

Magnani JW, Mujahid MS, Aronow, HD, Cené, CW, Dickson VV, Havranek E, Morgenstern LB, Paasche-Orlow MK, Pollak A, Willey, JZ, American Heart Association Council on Epidemiology and Prevention; Council on Cardiovascular Disease in the Young; Council on Cardiovascular and Stroke Nursing; Council on Peripheral Vascular Disease; Council on Quality of Care and Outcomes Research; and Stroke Council. Health literacy and cardiovascular disease: fundamental relevance to primary and secondary prevention: a scientific statement from the American Heart Association. Circulation. [Internet] 10 de julho de 2018. 2018 [citado em 3º de fevereiro de 2022]; 138(2):48-74. Disponível em: https://doi.org/ 10.1161/CIR.0000000000000579

Escola Nacional de Saúde Pública. Peritos internacionais reforçam envolvimento do doente na melhoria da segurança e qualidade dos cuidados de saúde. In Notícias e Eventos. [Internet]. 2019 [citado em 26º de fevereiro de 2022]. Disponível em: https://www.ensp.unl.pt/peritos-internacionais-reforcam-envolvimento-do-doente-na-melhoria-da-seguranca-e-qualidade-dos-cuidados-de-saude/

Downloads

Publicado

20-09-2022

Como Citar

1.
Diniz AC de AM, Bordalo IMSVL, Ferreira CIGM, Ramos SMSV. Mais letramento em saúde, mais segurança do paciente: um estudo de caso sobre campanhas de segurança do paciente num centro hospitalar português. Cad. Ibero Am. Direito Sanit. [Internet]. 20º de setembro de 2022 [citado 28º de novembro de 2022];11(3):35-51. Disponível em: https://www.cadernos.prodisa.fiocruz.br/index.php/cadernos/article/view/917

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)