O princípio da solidariedade no enfrentamento da COVID-19 no Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17566/ciads.v10i1.729

Palavras-chave:

Pandemia COVID-19, Políticas públicas de saúde, Princípio da solidariedade

Resumo

Objetivo: analisar o princípio da solidariedade como vetor interpretativo para as políticas públicas emergenciais e outras ações de enfrentamento da pandemia COVID-19. Metodologia: utilizou-se o método dedutivo como abordagem; o método descritivo-exploratório como procedimento; e como técnicas de pesquisa a bibliográfica e documental. Resultados: verificou-se que, apesar do avanço das políticas públicas de saúde, notadamente por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), o princípio da solidariedade ainda está sendo desconsiderado no enfrentamento da pandemia no Brasil, como se vê, por exemplo, pela estocagem de testes RT-qPCR prestes a vencer e subutilização do orçamento destinado à pandemia. Embora já demonstrado que medidas orientadas por esse princípio salvam vidas, como revelam experiências exitosas de outros países, sendo um instrumento eficaz e pouco oneroso, muito há a avançar na aplicação de tal princípio no Brasil. Conclusão: inspirados pelo princípio da solidariedade, os governos federal, estaduais e municipais, e demais poderes, devem conjugar esforços para oferecer políticas públicas e outras ações adequadas e eficazes ao combate da COVID-19 no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Haydée Porto de Carvalho, Universidade Federal do Maranhão

Doutora em Direito do Estado, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil; professora associada I, Departamento de Direito, Universidade Federal do Maranhão, São Luís, MA, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-0783-4302. E-mail: marciahaydee@uol.com.br

Márcia Lúcia Lopes de Miranda, Universidade Federal do Maranhão

Mestranda em Direito e Instituições do Sistema de Justiça, Universidade Federal do Maranhão, São Luís, MA, Brasil; servidora pública, Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região, São Luís, MA, Brasil. https://orcid.org/0000-0003-4817-5523. E-mail: malumiranda@uol.com.br

Referências

Alexy R. Teoria dos direitos fundamentais. Tradução: Virgílio Afonso da Silva. São Paulo: Malheiros; 2008.

Cardoso AS. Princípio da solidariedade: o paradigma ético do direito contemporâneo. São Paulo: Editora Nova; 2013.

Farias JFC. A origem do direito de solidariedade. Rio de Janeiro: Renovar; 1998.

Beckenkamp CR, Friedrich RW. A efetivação do princípio da solidariedade como objetivo fundamental da Constituição da República do Brasil. In: Anais do XIV Seminário Nacional Demandas Sociais e Políticas Públicas na Sociedade Contemporânea [Internet]; 24-25 maio 2018; Santa Cruz do Sul (RS). Santa Cruz do Sul (RS): Universidade de Santa Cruz do Sul; 2018 [citado em 20 jul. 2020]; [18 p.]. Disponível em: https://online.unisc.br/acadnet/anais/index.php/snpp/article/view/17980/1192611949

Quintana JG, Reis JR. O princípio da solidariedade como meio de realização do macro princípio da dignidade. Revista Digital Constituição e Garantia de Direitos [Internet]. 2018 jan. [citado em 22 jul. 2020];10(1):223-242. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/constituicaoegarantiadedireitos/article/view/13470

Cardoso AS. Princípio da solidariedade: a confirmação de um novo paradigma. Revista Direito Mackenzie [internet]. 2012 jul. [citado em 22 jul. 2020];6(1):10-29. Disponível em: http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/rmd/article/view/5793

Cardoso AS. Princípio da Solidariedade: o paradigma ético do direito contemporâneo. São Paulo: Editora Juarez de Oliveira; 2010.

Reis JR, Konrad LR. O direito fundamental à solidariedade: a aplicação do instituto no direito civil. Revista Novos Estudos Jurídicos – Eletrônica [Internet]. 2015 jan./abr. [citado em 22 jul. 2020];20(1):59-87. Disponível em: https://siaiap32.univali.br/seer/index.php/nej/article/view/7195

Fonseca RS. Direitos de fraternidade na teoria das gerações de direitos fundamentais. Revista do Tribunal Regional Federal da 1ª Região [Internet]. Mar. 2019 [citado em 25 jul. 2020];31(1):122-131. Disponível em: https://revista.trf1.jus.br/trf1/article/view/29

Perrenoud P. As competências a serviço da solidariedade [Internet]. Pátio, Université de Genève. 2003 [citado em 20 jul. 2020];25:19-24. Disponível em: https://www.unige.ch/fapse/SSE/teachers/perrenoud/php_main/php_2003/2003_07.html

Brandt F, Reis JR. Princípio da solidariedade na Constituição Federal Brasileira de 1988: uma nova perspectiva social. In: Anais do III Mostra de Pesquisa de Direito Civil Constitucionalizado [Internet]; Universidade de Santa Cruz do Sul; Santa Cruz do Sul – RS; 2016 [citado em 20 jul. 2020]. Disponível em: https://online.unisc.br/acadnet/anais/index.php/ecc/article/view/16159/4057

Brasil. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil [Internet]. Brasília, DF, Senado Federal; 1988 [citado em 23 jun. 2020]. Disponível em: https://www.senado.leg.br/atividade/const/con1988/CON1988 _05.10.1988/CON1988.pdf

Sarlet IW. A eficácia dos direitos fundamentais: uma teoria geral dos direitos fundamentais na perspectiva constitucional. 11. ed. Porto Alegre: Livraria do Advogado; 2012.

Moraes MCB. O princípio da solidariedade. In: Matos ACH. (Org.). A construção dos novos direitos. Porto Alegre: Núria Fabris; 2008.

Casalli GM. O Princípio da Solidariedade e o artigo 3º da Constituição da República Federativa do Brasil. Revista Eletrônica Direito e Política [Internet]. 2006 [citado em 24 jul. 2020];1(1). Disponível em: http://siaibib01.univali.br/pdf/guilherme%20%20machado%20casalli%20revista%20de%20direiro.pdf

Superior Tribunal de Justiça. Ministro Reynaldo fala do princípio da fraternidade em debate sobre direito e futuro na crise do vírus. Notícias [Internet]. Abr.2020 [citado em 22 jul. 2020]. Disponível em: http://www.stj.jus.br/sites/portalp/Paginas/Comunicacao/Noticias/Ministro-Reynaldo-fala-do-principio-da-fraternidade-em-debate-sobre-direito-e-futuro-na-crise-do-virus.aspx

Varella T. A solidariedade se multiplica durante a pandemia de Covid-19. Revista Veja Saúde, Agência Einstein [Internet]. Ago. 2020 [citado em 15 out. 2020]. Disponível em: https://saude.abril.com.br/bem-estar/a-solidariedade-se-multiplica-durante-a-pandemia-de-covid-19/

Leal COBS, Teixeira CFS. Solidariedade: uma perspectiva inovadora na gestão e organização das ações de Vigilância Sanitária. Ciência & Saúde Coletiva [Internet]. 2017 [citado em 15 out. 2020]; 22(10): 3161-3172. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1413-812320172210.18022017

Pontes AO. O princípio da solidariedade social na interpretação do direito da seguridade social [Dissertação na internet]. São Paulo: Faculdade de Direito, Universidade de São Paulo; 2006 [citado em 15 out. 2020]. Disponível em:https://teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2138/tde-19052010-110621/pt-br.php

Organização Mundial da Saúde (OMS). Constituição da Organização Mundial da Saúde (OMS/WHO) – 1946 [Internet]. Biblioteca Virtual de Direitos Humanos da Universidade de São Paulo. [citado em 17 out. 2020]. Disponível em: http://www.direitoshumanos.usp.br/index.php/OMS-Organiza%C3%A7%C3%A3o-Mundial-da-Sa%C3%BAde/constituicao-da-organizacao-mundial-da-saude-omswho.html

Ramos EMB, Diniz IM. Pobreza, proteção social e cidadania: uma análise do direito à saúde no Brasil a partir da Constituição Federal de 1988 [Internet]. Barbarói. 2019 jul./dez. [citado em 16 out. 2020]; 55: 57-80. Disponível em: http://dx.doi.org/10.17058/barbaroi.v0i0.8182

Barriquello CA, Correio JMS. As conformações contemporâneas para a garantia do acesso ao direito fundamental à saúde: dimensões preventiva e promocional. Cad. Ibero-Amer. Dir. Sanit. [Internet]. Jan./mar. 2018 [citado em 16 out. 2020];7(1):83-95. Disponível em: https://www.cadernos.prodisa.fiocruz.br/index.php/cadernos/article/view/431/518

Fundação Osvaldo Cruz – Fiocruz. Políticas Públicas e Modelos de Atenção e Gestão à Saúde [Internet]. [citado em 17 out. 2020]. Disponível em: https://portal.fiocruz.br/politicas-publicas-e-modelos-de-atencao-saude

Ramos EMB, Madureira AS, Sena JP. O processo de redemocratização e o novo padrão de proteção do direito à saúde no Brasil. Cad. IberAmer. Direito. Sanit. [Internet]. Jul./dez. 2013 [citado em 17 out. 2020];2(2):51-67. Disponível em: https://www.cadernos.prodisa.fiocruz.br/index.php/cadernos/article/view/67/112

Brasil. Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990 [Internet]. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. [citado em 17 out. 2020]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8080.htm

Reis DO, Araújo EC, Cecílio LCO. Políticas Públicas de Saúde no Brasil: SUS e pactos pela Saúde [Internet]. Módulo Político Gestor. [citado em 17 out. 2020]. Disponível em: https://www.unasus.unifesp.br/biblioteca_virtual/esf/1/modulo_politico_gestor/Unidade_4.pdf

Carli P, Naundorf B. A aplicação do princípio da solidariedade na judicialização da saúde a partir dos princípios do SUS, da fixação de entendimento pelo STF e da trajetória do Rio Grande do Sul. Cad. Ibero-amer. Dir. Sanit. [Internet]. 2019 jul./set. [citado em 17 out. 2020];8(3):112-30. Disponível em: https://www.cadernos.prodisa.fiocruz.br/index.php/cadernos/article/view/549/610

Brasil. Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020 [Internet]. Dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus responsável pelo surto de 2019. [citado em 18 out. 2020]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2020/lei/l13979.htm

Brasil. Supremo Tribunal Federal. Requisições de bens e serviços contra pandemia não dependem de autorização do Ministério da Saúde [Internet]. Notícias STF; set. 2020 [citado em 18 out. 2020]. Disponível em: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=450880

Marrafon MA. Constituição e poder: CF estabelece cooperação federativa para superar crise do coronavírus. Revista Consultor Jurídico [Internet]. Mar. 2020 [citado em 20 jul. 2020]. Disponível em: https://www.conjur.com.br/2020-mar-30/constituicao-poder-cf-estabelece-cooperacao-federativa-crise-covid-19

UOL. Por prazo de validade, governo pode jogar fora milhões de testes [Internet]. Nov. 2020 [citado em 28 nov. 2020]. Disponível em: https://www.bol.uol.com.br/noticias/2020/11/22/jornal-por-prazo-de-validade-governo-pode-jogar-fora-milhoes-de-testes.htm

Sassine V. Governo não gasta verba da pandemia para profissionais de saúde, hospitais e alimentos. Folha de São Paulo [Internet]. Nov. 2020 [citado em 28 nov. 2020]. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2020/11/governo-nao-gasta-verba-da-pandemia-para-profissionais-de-saude-hospitais-e-alimentos.shtml

Brasil. Supremo Tribunal Federal. Informativo STF N° 975. Brasília, DF; 2020 [citado em 20 jul. 2020]. Disponível em: http://www.stf.jus.br/arquivo/informativo/documento/informativo975.htm

Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). CNBB une-se a cinco organizações da sociedade civil e assina pacto pela vida e pelo Brasil [Internet]. 2020 [citado em 23 jul. 2020]. Disponível em: https://www.cnbb.org.br/no-dia-mundial-da-saude-cnbb-assina-pacto-pela-vida-e-pelo-brasil/

Academia Brasileira de Ciências. Pacto pela vida e pelo Brasil [Internet]. Abr. 2020 [citado em 18 out. 2020]. Disponível em: http://www.abc.org.br/2020/04/07/pacto-pela-vida-e-pelo-brasil/

Opas Brasil. Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS). Organização Mundial da Saúde. Três em cada 10 pessoas nas Américas correm maior risco de COVID-19 grave devido a condições de saúde pré-existentes [Internet]. 2020a [citado em 25 jul. 2020]. Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=6235:tres-em-cada-10-pessoas-nas-americas-correm-maior-risco-de-covid-19-grave-devido-a-condicoes-de-saude-pre-existentes&Itemid=812

Opas Brasil. Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS). Organização Mundial da Saúde. OPAS insta países a intensificar esforços para impedir maior propagação da COVID-19 entre povos indígenas [Internet]. 2020b [citado em 25 jul. 2020]. Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=6234:opas-insta-paises-a-intensificar-esforcos-para-impedir-maior-propagacao-da-covid-19-entre-povos-indigenas&Itemid=820

Opas Brasil. Organização Pan-Americana de Saúde - OPAS. Organização Mundial da Saúde. Iniciativa COVID-19 Law Lab reúne documentos legais de 190 países para apoiar resposta global à COVID-19 [Internet]. 2020c [citado em 25 jul. 2020]. Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=6234:opas-insta-paises-a-intensificar-esforcos-para-impedir-maior-propagacao-da-covid-19-entre-povos-indigenas&Itemid=820

Uchoa P. Coronavírus: por que países liderados por mulheres se destacam no combate à pandemia? [citado em 23 jul. 2020]. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-52376867

Guimarães L. Os exemplos de gestão pública no enfrentamento ao coronavírus [Internet]. Novarejo. 2020 jun. [citado em 25 jul. 2020]. Disponível em: https://www.consumidormoderno.com.br/2020/06/08/gestao-publica-coronavirus/

Downloads

Publicado

18-03-2021

Como Citar

1.
Carvalho MHP de, Miranda MLL de. O princípio da solidariedade no enfrentamento da COVID-19 no Brasil. Cad. Ibero Am. Direito Sanit. [Internet]. 18º de março de 2021 [citado 28º de novembro de 2022];10(1):13-38. Disponível em: https://www.cadernos.prodisa.fiocruz.br/index.php/cadernos/article/view/729

Edição

Seção

ARTIGOS