Saúde, reprodução e sexualidade nos tempos da COVID-19: memórias incorporadas das mulheres no Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17566/ciads.v12i4.1007

Palavras-chave:

Saúde Reprodutiva, Direitos Sexuais e Reprodutivos, Sexualidade, COVID-19, Memória

Resumo

Objetivo: compreender como a pandemia de COVID-19 afetou a vida e a saúde das mulheres, com ênfase nos aspectos da saúde sexual e reprodutiva, e refletir sobre os direitos sexuais e reprodutivos e a justiça reprodutiva no contexto da crise sanitária. Metodologia: utilizou-se questionário online com 113 perguntas objetivas e uma questão aberta para comentários. De 8.313 mulheres que responderam ao questionário, 1.838 relataram suas vivências durante a pandemia na questão aberta. Esse material passou por técnicas de análise narrativa e temática e de construção de memória. Resultados: evidenciou-se a ampliação das dificuldades de acesso a serviços de saúde, em especial de saúde sexual e reprodutiva; o aprofundamento das iniquidades na divisão sexual do trabalho, com sobrecarga de trabalho doméstico e profissional; a insegurança econômica; o tensionamentos das relações afetivo-sexuais e maior exposição à violência; e importantes repercussões na saúde psicoemocional. Todos esses aspectos afetaram as experiências de saúde e adoecimento; a vida sexual; e os planos e experiências reprodutivas nos primeiros anos de pandemia. Conclusão: no Brasil, na sobreposição da emergência sanitária com a crise democrática de direitos, fatos sociais e fatos fisiológicos se misturam e se totalizam na experiência histórica e material do corpo sexual e reprodutivo das mulheres, seguindo as linhas de força das precariedades e injustiças de gênero, de raça e de classe. Os relatos das mulheres contribuem para a construção de uma memória coletiva – não necessariamente unívoca e linear – da pandemia. Memórias que podem não apenas ilustrar o momento presente, como contribuir para o entendimento e enfrentamento de crises semelhantes futuras.

Submissão: 30/03/23|Revisão: 10/11/23|Aprovação: 12/11/23

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

Referências

Mauss M. Sociologia e antropologia. São Paulo: Cosac & Naify; 2003. 212 p.

Reis A dos, Góes E, Pilecco F, Almeida M de, Diele-Viegas L, Menezes G, et al. Desigualdades de gênero e raça na pandemia de Covid-19: implicações para o controle no Brasil. Saúde Debate. Dezembro de 2020; 44(no especial 4):324–40. Doi https://doi.org/10.1590/0103-11042020e423

Estrela F, Soares C, Cruz M da, Silva A da, Santos J, Moreira T, et al. Covid-19 Pandemic: reflecting vulnerabilities in the light of gender, race and class. Ciênc Saúde Coletiva. Setembro de 2020; 25(9):431–6. Doi https://doi.org/10.1590/1413-81232020259.14052020

OPAS. Pandemia de COVID-19 afetou mulheres desproporcionalmente nas Américas [Internet]. OPAS. 2022 [citado 28 de março de 2023]. Disponível em: https://www.paho.org/pt/noticias/8-3-2022-pandemia-covid-19-afetou-mulheres-desproporcionalmente-nas-americas

Silva V da, Leão N. Na pandemia, mulheres ficam mais vulneráveis e são maioria entre desempregados [Internet]. Gênero e Número; 2021 [citado 28 de março de 2023]. Disponível em: https://www.casaum.org/na-pandemia-mulheres-ficam-mais-vulneraveis-e-sao-maioria-entre-desempregados/

Sexuality Policy Watch. Aborto e saúde reprodutiva ameaçados sob o covid-19 [Internet]. Destaques, Publicações e Artigos. 2020 [citado 28 de março de 2023]. Disponível em: https://sxpolitics.org/ptbr/aborto-e-saude-reprodutiva-ameacados-sob-o-covid-19/10257

Santos D, Menezes M, Andreucci C, Nakamura-Pereira M, Knobel R, Katz L, et al. Disproportionate Impact of Coronavirus Disease 2019 (COVID-19) Among Pregnant and Postpartum Black Women in Brazil Through Structural Racism Lens. Clin Infect Dis. 1º de junho de 2021; 72(11):2068–9. Doi https://doi.org/10.1093/cid/ciaa1066

Nogueira C, Passos R. A divisão sociossexual e racial do trabalho no cenário de epidemia do COVID-19: considerações a partir de Heleieth Saffioti. Cad CrH Salvador [Internet]. 2020 [citado 28 de março de 2023]; 33(e020029):1–9. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/crh/article/view/36118 doi https://doi.org/10.9771/ccrh.v33i0.36118

Barroso H, Gama M. A crise tem rosto de mulher: como as desigualdades de gênero particularizam os efeitos da pandemia do COVID-19 para as mulheres no Brasil. Rev Ceam. Julho de 2020; 6(1):84–94.

Smith J. Gender matters in responding to major disease outbreaks like Ebola [Internet]. Reliefweb. 2019 [citado 28 de março de 2023]. Disponível em: https://reliefweb.int/report/world/gender-matters-responding-major-disease-outbreaks-ebola

Wenham C, Smith J, Morgan R. COVID-19: the gendered impacts of the outbreak. The Lancet [Internet]. 14 de março de 2020 [citado 28 de março de 2023];395(10227):846–8. Disponível em: https://www.thelancet.com/journals/lancet/article/PIIS0140-6736(20)30526-2/fulltext doi https://doi.org/10.1016/S0140-6736(20)30526-2

Lugones M. Colonialidade e gênero. Em: Pensamento feminista hoje: perspectivas decoloniais. Rio de Janeiro: Bazar do tempo; 2020. p. 51–81.

Jovchelovich S, Bauer MW. Entrevista Narrativa. In: Bauer MW, Gaskell G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Petrópolis: Vozes; 2002. p. 90-113

Pollack M. Memória, esquecimento, silêncio. Estud Históricos. 1989;2(3):3–15.

OPAS. Serviços essenciais de saúde enfrentam interrupções contínuas durante pandemia de Covid-19 [Internet]. OPAS; 2022 [citado 28 de março de 2023]. Disponível em: https://www.paho.org/pt/noticias/7-2-2022-servicos-essenciais-saude-enfrentam-interrupcoes-continuas-durante-pandemia-covid

World Health Organization. COVID-19: operational guidance for maintaining essential health services during an outbreak: interim guidance, 25 March 2020 [Internet]. World Health Organization; 2020 [citado 28 de março de 2023]. Report No.: WHO/2019-nCoV/essential_health_services/2020.1. Disponível em: https://apps.who.int/iris/handle/10665/331561

Brasil. Nota Técnica No 16/2020-COSMU/CGCIVI/DAPES/SAPS/MS. Ministério da Saúde; 2020.

Silva V da, Ferreira L, Lara B de. Pandemia dificulta acesso a contraceptivos no sistema de saúde [Internet]. Gênero e Número; 2020 [citado 28 de março de 2023]. Disponível em: https://www.generonumero.media/reportagens/pandemia-dificulta-acesso-contraceptivos-no-sistema-de-saude/

Bertoldo S. Uma em cada três mulheres grávidas diminui a ida a consultas e exames durante a pandemia [Internet]. Gênero e Número. 2020. Disponível em: https://www.generonumero.media/reportagens/mulheres-gravidas-consultas-exames-pandemia/

UNFPA. Em um ano de pandemia, Fundo de População da ONU estima que interrupções em serviços levaram a 1,4 milhão de gravidezes não intencionais [Internet]. UNFPA Brasil; 2021 [citado 28 de março de 2023]. Disponível em: https://brazil.unfpa.org/pt-br/news/em-um-ano-de-pandemia-fundo-de-populacao-da-onu-estima-que-interrupcoes-em-servicos-levaram-14

Phelan N, Behan L, Owens L. The Impact of the COVID-19 Pandemic on Women’s Reproductive Health. Front Endocrinol [Internet]. 22 de março de 2021 [citado 28 de março de 2023];12. Disponível em: https://www.frontiersin.org/articles/10.3389/fendo.2021.642755/full doi https://doi.org/10.3389/fendo.2021.642755

Pezzali LG. Impacto da pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2) sobre a saúde de mulheres climatéricas: websurvey [Dissertação na internet]. Rio Grande do Sul: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde Ginecologia e Obstetrícia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul; 2022 [citado 28 de março de 2023]. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/253180

Observatório Obstétrico Brasileiro. OOBr Óbitos de gestantes e puérperas [Internet]. Observatório Obstétrico Brasileiro; 2022 [citado 28 de março de 2023]. Disponível em: https://doi.org/10.7303/syn44144271

Góes E, Ferreira A, Ramos D. Racismo antinegro e morte materna por COVID-19: o que vimos na Pandemia? Rev Assoc Bras Saúde Coletiva [Internet]. 3 de setembro de 2022 [citado 28 de março de 2023]. Disponível em: http://cienciaesaudecoletiva.com.br/artigos/racismo-antinegro-e-morte-materna-por-covid19-o-que-vimos-na-pandemia/18565?id=18565 doi https://doi.org/10.1590/1413-81232023289.08412022

Vilela GB, Dumes CR, Soledispa SG, Pilligua SS. Abortos espontáneos durante la pandemia del covid-19 en mujeres de 20 a 30 años. Sci Rev Prod Cienc E Investig [Internet]. 30 de setembro de 2022 [citado 29 de março de 2023]; 6(45):101–8. Disponível em: https://journalprosciences.com/index.php/ps/article/view/597 doi https://doi.org/10.29018/issn.2588-1000vol6iss45.2022pp101-108

Pilecco FB, McCallum CA, Almeida M da CC de, Alves FJO, Rocha A dos S, Ortelan N, et al. Abortion and the COVID-19 pandemic: insights for Latin America. Cad Saúde Pública [Internet]. 5 de julho de 2021 [citado 29 de março de 2023];37:e00322320. Disponível em: http://www.scielo.br/j/csp/a/CBk4tcCLgwpMHVkbHWswjhS/ doi https://doi.org/10.1590/0102-311x00322320

Balzarini RN, Muise A, Zoppolat G, Gesselman AN, Lehmiller JJ, Garcia JR, et al. Sexual Desire in the Time of COVID-19: How COVID-Related Stressors Are Associated with Sexual Desire in Romantic Relationships. Arch Sex Behav. Novembro de 2022; 51(8):3823–38. Doi https://doi.org/10.1007/s10508-022-02365-w

Nessaibia I, Sagese R, Atwood L, Bouslama Z, Cocci L, Merad T, et al. The way COVID-19 transforms our sexual lives | International Journal of Impotence Research. Int J Impot Res [Internet]. 2022 [citado 28 de março de 2023]; 34:117–9. Disponível em: https://www.nature.com/articles/s41443-021-00494-9 doi https://doi.org/10.1038/s41443-021-00494-9

Ross L. Reproductive Justice as Intersectional Feminist Activism. Souls Crit J Black Polit Cult Soc [Internet]. 2017 [citado 28 de março de 2023];19(3):286–314. Disponível em: https://libsearch.bethel.edu doi https://doi.org/10.1080/10999949.2017.1389634

Roberts D. Reproductive Justice, Not Just Rights. Dissent Magazine [Internet]. 2015 [citado 28 de março de 2023]. Disponível em: https://www.dissentmagazine.org/article/reproductive-justice-not-just-rights doi https://doi.org/10.1353/dss.2015.0073

Downloads

Publicado

27-03-2024

Edição

Seção

ARTIGOS

Como Citar

1.
Saúde, reprodução e sexualidade nos tempos da COVID-19: memórias incorporadas das mulheres no Brasil. Cad. Ibero Am. Direito Sanit. [Internet]. 27º de março de 2024 [citado 20º de junho de 2024];12(4):103-19. Disponível em: https://www.cadernos.prodisa.fiocruz.br/index.php/cadernos/article/view/1007

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)