Direitos humanos na Sociedade Mundial do Risco: quatro reflexões intempestivas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17566/ciads.v9i1.606

Palavras-chave:

Direitos humanos. Direito à saúde. Democracia.

Resumo

O ensaio tem como objetivo refletir acerca das contradições vivenciadas pelos direitos humanos, sob uma perspectiva histórica, a partir da Modernidade. Nesse contexto, aborda a complexidade do discurso dos direitos – da primeira à quarta geração – e a crise do Estado Social de Direito, concluindo pela dificuldade de interpretação e aplicação do conteúdo nuclear dos direitos humanos, aqui incluindo aspectos relativos ao direito à saúde, dado o atual momento histórico.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Silvério Carlos Rocha-Cunha, Universidade de Évora

    Doutor em Teoria Jurídico-política; professor associado com agregação da Escola de Ciências Sociais da Universidade de Évora, Portugal. http://orcid.org/000-0002-2114-3129. E-mail: scrc55@gmail.com

Referências

Scharpf FW. Europa, la Democrazia Sospesa. Firenze: goWare; 2016.

Beck U. Crónicas desde el Mundo de la Política Interior Global. Barcelona: Paidós; 2011.

Habermas J. L’Espace Public. Paris: Payot; 1978.

Kuntz R, Faria JE. Qual o Futuro dos Direitos?. São Paulo: Max Limonad, 2002.

Hume D. Tratado da Natureza Humana. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian: 2001, p. 483.

Pacelli D. Il senso del limite. Roma: Carocci; 2013.

Kriegel B. Cours de philosophie politique. Paris: Le Livre de Poche; 1996.

Faria JE. Retórica Política e Ideologia Democrática. Rio de Janeiro: Ed. Graal; 1984.

Macpherson CB. La théorie politique de l’individualisme possessif. Paris: Gallimard; 2004.

Soros G. Mi Filosofía. Madrid: Taurus; 2010.

Warat LA. Mitos e Teorias na Interpretação da Lei. Porto Alegre: Ed. Síntese; 1979, pp. 145 ss.

Peces-Barba G. Los Valores Superiores. Madrid: Ed. Tecnos; 1984.

Peces-Barba G. Diez leciones sobre Ética, Poder y Derecho. Madrid: Ed. Dykinson; 2010.

Barrero Ortega A et al. Derechos Sociales. Lecturas jurídicas em tiempo de crisis. Valencia: Tirant lo Blanch; 2017.

Soto Lostal S. La exigibilidad de los derechos sociales frente a su restricción regresiva. In: Barrero Ortega A et al. Derechos Sociales. Lecturas jurídicas em tiempo de crisis. Valencia: Tirant lo Blanch; 2017. p. 119.

Habermas J. Raison et Légitimité. Paris: Payot; 1978.

Delmas-Marty M. Les Forces Imaginantes du Droit. IV: Vers une Communauté des Valeurs? Paris: Ed. du Seuil; 2011.

Rodríguez Palop ME. La nueva generación de Derechos Humanos. Origen y justificación. 2.ª ed. Madrid: Dykinson; 2010.

Neves M. Entre Têmis e Levitã: uma relação difícil. São Paulo: Martins Fontes; 2016. p. 264.

Domingo R. Qué es el Derecho Global? 2.ª ed. Cizur Menor: Ed. Aranzadi; 2008. p. 171 ss.

Downloads

Publicado

01-04-2020

Edição

Seção

COMUNICAÇÃO BREVE

Como Citar

1.
Direitos humanos na Sociedade Mundial do Risco: quatro reflexões intempestivas. Cad. Ibero Am. Direito Sanit. [Internet]. 1º de abril de 2020 [citado 21º de junho de 2024];9(1):211-2. Disponível em: https://www.cadernos.prodisa.fiocruz.br/index.php/cadernos/article/view/606