A emergência do conceito saúde global: perspectivas para o campo da saúde coletiva

João Roberto Cavalcante Sampaio, Miriam Ventura

Resumo


Introdução: Nos últimos anos temos presenciado a emergência de novos termos no debate acadêmico e político da saúde coletiva, tais como: ‘’saúde global’’, “bens públicos globais’’, ‘’governança global em saúde’’, ‘’saúde pública global’’, ‘’diplomacia da saúde’’, ‘’cooperação internacional’’. Este trabalho teve como objetivo analisar o desenvolvimento histórico do conceito “saúde global” e as perspectivas desta nova concepção na pesquisa e na prática da saúde coletiva. Métodos: Foi realizada uma revisão bibliográfica nas bases BVS, Pubmed, Scielo e Scopus, identificados 514 trabalhos e selecionados 36 artigos científicos diretamente relacionados com o objeto de análise. Também foram selecionados documentos nos sites das organizações internacionais de saúde. Resultados: Observou-se que a concepção de “saúde global” refere-se à saúde como um fenômeno transnacional ligado à globalização, que traz como principal desafio pensar a saúde pública para além das relações internacionais entre países. Conclusão: As organizações internacionais de saúde ganham especial importância  no desenvolvimento da concepção de “saúde global”, e suas novas perspectivas de aplicação no âmbito da saúde pública , são a diplomacia da saúde, a cooperação internacional e a governança da saúde global.       


Palavras-chave


Saúde Global; Saúde Internacional; Saúde Mundial; Saúde Pública Global;

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17566/ciads.v5i4.319

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-1824

 

Creative Commons   Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexações da revista CADERNOS IBERO-AMERICANOS DE DIREITO SANITÁRIO

Diretórios

Associada

Base de Dados