Muito além de um corpo: o direito à saúde de travestis e transexuais e a política nacional de saúde integral de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais

Autores

  • Juliana Oliveira Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul Autor
  • Santos Kaoanne Wolf Krawczak Autor

Palavras-chave:

Direitos Humanos, Direito à Saúde, Política nacional de Saúde Integral LGBT, Transexuais, Travestis

Resumo

O presente artigo propõe-se, através de uma revisão bibliográfica, apontar como se dá o acesso à saúde por parte da população de transexuais e travestis, os quais comumente “existem” para a sociedade apenas nos palcos e nas ruas, analisando-se também os possíveis entraves desta acessibilidade. Diante disso, o presente texto propõese uma análise crítica acerca da política nacional de saúde integral de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, especialmente quanto à efetividade do direito à saúde desse grupo, diante de sua vulnerabilidade social e dos fatores de exclusão aos quais são submetidas dentro de uma perspectiva de gênero.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Juliana Oliveira, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul

    Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí, RS, Brasil. E-mail: julianaoliveirasantos@yahoo.com.br

Downloads

Publicado

29-12-2017

Edição

Seção

ANAIS

Como Citar

1.
Muito além de um corpo: o direito à saúde de travestis e transexuais e a política nacional de saúde integral de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais. Cad. Ibero Am. Direito Sanit. [Internet]. 29º de dezembro de 2017 [citado 27º de maio de 2024];6:391-402. Disponível em: https://www.cadernos.prodisa.fiocruz.br/index.php/cadernos/article/view/1092