Análise dos acórdãos proferidos pelo TJDFT sobre medicamentos

Autores

  • Jéssica Galvão Mendes Universidade de Brasília
  • Alethele de Oliveira Santos

DOI:

https://doi.org/10.17566/ciads.v5i0.269

Palavras-chave:

Direito à Saúde, Política de saúde, Comercialização de produtos, Vigilância sanitária.

Resumo

O presente artigo tem como tema geral a análise sobre a concessão de medicamentos sem registro nacional, pelo TJDFT, nos anos 2013-2015. Apresenta, de forma sistematizada, os argumentos das decisões e a respectiva utilização dos fundamentos da suspensão de tutela antecipada (STA) 175 do Supremo Tribunal Federal (STF) e dos enunciados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), por qualquer das partes envolvidas no processo, a partir de descrição analítica dos dados qualiquantitativos. Apurou-se, dos acórdãos pesquisados, que os fundamentos da decisão STA 175 e dos enunciados serviram de fundamento para a concessão do medicamento sem registro nacional em benefício do usuário, mesmo não havendo comprovação nacional acerca de sua eficácia e segurança – o que ocorreu em 62% dos acórdãos estudados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alethele de Oliveira Santos

Doutoranda em Saúde Coletiva pela Universidade de Brasília (UnB). Advogada. Assessora Técnica do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Downloads

Publicado

30-12-2016

Como Citar

1.
Mendes JG, de Oliveira Santos A. Análise dos acórdãos proferidos pelo TJDFT sobre medicamentos. Cad. Ibero Am. Direito Sanit. [Internet]. 30º de dezembro de 2016 [citado 28º de novembro de 2022];5:8-25. Disponível em: https://www.cadernos.prodisa.fiocruz.br/index.php/cadernos/article/view/269

Edição

Seção

ARTIGOS