Concepção e prática do O Direito Achado na Rua: plataforma para um Direito Emancipatório

Autores

  • Jose Geraldo de Sousa Junior Faculdade de Direito Universidade de Brasília - UnB

DOI:

https://doi.org/10.17566/ciads.v6i2.389

Palavras-chave:

Direito, Direito Emancipatório, Estudos de Direito

Resumo

Objetivo: o artigo tem o objetivo de resgatar a história da série O Direito Achado na Rua, lançado em 1987. Metodologia: fez-se um resumo histórico das publicações seriadas sobre o tema a fim de organizar a memória da coleção. Resultados: todos os números da série compõe uma coleção de referência do Direito e da Cidadania estabelecendo um diálogo entre a justiça social e o conhecimento necessário para sua realização e concretização. Conclusão: o Direito não é; ele se faz nesse processo histórico de libertação enquanto desvenda progressivamente os impedimentos da liberdade não lesiva aos demais. Nasce na rua, no clamor dos espoliados e oprimidos, até se consumar, vale repetir, pela mediação dos direitos humanos, na enunciação dos princípios de uma legítima organização social da liberdade

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jose Geraldo de Sousa Junior, Faculdade de Direito Universidade de Brasília - UnB

Possui graduação em Ciências Jurídicas e Sociais pela Associação de Ensino Unificado do Distrito Federal (1973), mestrado em Direito pela Universidade de Brasília (1981) e doutorado em Direito (Direito, Estado e Constituição) pela Faculdade de Direito da UnB (2008).

Downloads

Publicado

29-06-2017

Como Citar

1.
Sousa Junior JG de. Concepção e prática do O Direito Achado na Rua: plataforma para um Direito Emancipatório. Cad. Ibero Am. Direito Sanit. [Internet]. 29º de junho de 2017 [citado 1º de fevereiro de 2023];6(2):145-58. Disponível em: https://www.cadernos.prodisa.fiocruz.br/index.php/cadernos/article/view/389

Edição

Seção

ARTIGOS