Politização da vacina é irresponsabilidade sanitária

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17566/ciads.v9i4.751

Palavras-chave:

Vacinação, Covid-19, Direito à saúde

Resumo

Esta comunicação breve trata do imenso desafio de uma campanha nacional de imunização contra a Covid-19, diante do cenário atual de provável aprovação de várias vacinas que se encontram em fase final de testes. São adversidades em torno da aquisição, produção, armazenamento, transporte e dispensação, que deverão ser objeto de intenso planejamento e logística capazes de mitigar os altos índices de perdas vacinais das campanhas de imunização. O êxito dessa empreitada depende de um pacto federativo sólido e da liderança do Ministério da Saúde na aquisição das vacinas e na condução da campanha de imunização. A construção desse pacto vem sendo dificultada por um processo de politização da vacina para a Covid-19, promovido irresponsavelmente por lideranças políticas nacionais, comprometendo a União em torno do tema e gerando insegurança na população brasileira.

Biografia do Autor

Jairo Bisol, Ministério Público do Distrito Federal e Territórios

Doutor em Direito, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil; Promotor de Justiça, Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, Brasília, DF, Brasil. https://orcid.org/0000-0001-9246-6147. E-mail: bisoljairo@gmail.com

Referências

Draft landscape of COVID-19 candidate vaccines. OMS [Internet] 2020 [acesso em 26 nov 2020]. Disponível em: https://www.who.int/publications/m/item/draft-landscape-of-covid-19-candidate-vaccines

Pereira DD, Neves EB, Gemell M, Ulbricht L. Análise da taxa de utilização e perda de vacinas no programa nacional de imunização. Cadernos Saúde Coletiva [Internet]. 2013 [acesso em 27 nov 2020];21(4):420-424. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/cadsc/v21n4/v21n4a10.pdf

Conhecimento científico sobre pandemia cresce rapidamente e desinformação também. Jornal da Unicamp [Internet]. 2020 [acesso em 25 nov 2020]. Disponível em: https:/www.unicamp.br/unicamp/index.php/ju/artigos/luiz-carlos-dias/conhecimento-cientifico-sobre-pandemia-cresce-rapidamente-e

Tillett RL, Sevinsky JR, Hartley PD, Kerwin H, Crawford N, Gorzalski A, Laverdure C, Verma SC, Rossetto CC, Jackson D, Farrell MJ. Genomic evidence for reinfection with SARS-CoV-2: a case study. The Lancet Infectious Diseases. [Internet] 2020 Oct 12 [acesso em 25 nov 2020]. Disponível em: https://www.thelancet.com/journals/laninf/article/PIIS1473-3099(20)30764-7/fulltext

Pan H, Peto R, Karim QA, Alejandria M, Restrepo AM, García CH, Kieny MP, Malekzadeh R, Murthy S, Preziosi MP, Reddy S. Repurposed antiviral drugs for COVID-19 –interim WHO solidarity trial results. medRxiv [Internet]. 2020 Jan 1 [acesso em 25 nov 2020]. Disponível em: https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2020.10.15.20209817v1

Coronavírus: o que dizem os estudos publicados sobre cloroquina, defendida por Bolsonaro e Trump. BBC News Brasil [Internet]. 2020 [acesso em 25 nov 2020]. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-52686122

Brasil Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 [Internet]. Brasília: Presidência da República. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm

Políticos, entidades e especialistas repudiam politização de vacina. Correio Braziliense [Internet]. 2020 [acesso em 26 nov 2020]. Disponível em: https://www.correiobraziliense.com.br/politica/2020/11/4888023-politicos-entidades-e-especialistas-repudiam-politizacao-de-vacina.html

Downloads

Publicado

2020-12-16

Como Citar

1.
Bisol J. Politização da vacina é irresponsabilidade sanitária. Cad. Ibero Am. Direito Sanit. [Internet]. 16º de dezembro de 2020 [citado 22º de abril de 2021];9(4):192-7. Disponível em: https://www.cadernos.prodisa.fiocruz.br/index.php/cadernos/article/view/751

Edição

Seção

COMUNICAÇÃO BREVE