Coletânea Direito à saúde: boas práticas e diálogos institucionais

Autores

  • Juliane Aparecida Alves Fundação Oswaldo Cruz, Brasília, DF

DOI:

https://doi.org/10.17566/ciads.v8i3.560

Palavras-chave:

Governança. Judicialização da saúde. Direito Sanitário

Resumo

No terceiro volume, a ênfase é na busca de soluções atingidas pela execução de práticas exitosas e da expansão do diálogo institucional. A publicação conta com a contribuição de servidores das secretarias estaduais de saúde; professores universitários; desembargadores; auditores do Tribunal de Contas da União (TCU); promotores de justiça; procuradores de estado; e juízes especializados em direito à saúde, que apresentam a necessidade do incremento de diálogos institucionais e das boas práticas em saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliane Aparecida Alves, Fundação Oswaldo Cruz, Brasília, DF

Mestranda em Políticas Públicas em Saúde na Escola Fiocruz de Governo, Brasília, DF; graduada em Saúde Coletiva pela Universidade de Brasília, DF

Referências

Amaral MA. Conversações para a Ação: Um Desafio a Superar para o Fortalecimento do SUS. Coletânea direito à Saúde: Boas Práticas e Diálogos Institucionais. Brasília. CONASS; 2018. p. 12-21.

Dutra RAA. A Definição de Competências no Diálogo Institucional no SUS. Ibidem. p. 22-33.

Ferreira AMA, Lira JM, Chaves MABR. A Contribuição da Governança para Aprimorar o Uso dos Recursos na Saúde Pública. Ibidem. p. 34-47.

Junior AH, Rocha RS. O Judiciário e a Questão da Saúde: a Busca de uma Judicialização Quali¬ficada e de Soluções Negociadas – um Projeto do Fórum da Saúde do Conselho Nacional de Justiça. Ibidem. p. 48-55.

Domingues DC, Barbosa MM. Utilização das Notas Técnicas nos Processos Judiciais do Estado de Minas Gerais. Ibidem. p. 56-69.

Siqueira PSF, Martinsa MA, Domingues R. S-CODES – Sistema Informatizado para o Trato da Judicialização. Ibidem. p.70-82.

Faglioni AF, Castelo FA. A Especialização das Procuradorias dos Estados nas Questões Relativas ao Direito à Saúde como Instrumento Eficaz na Defesa dos Entes Estaduais: A Experiência da PGE/PR. Ibidem. p. 84-90.

Carvalho ALB, Ouverney AM, Carvalho NGO. Judicialização na Saúde: Aspectos Conceituais, Reflexões e Caminhos para uma Proposta de Avaliação. Ibidem. p. 92-104.

Lemos ANLE, Lima JAO, Aranha MI. Processo de Consolidação SUSLegis: Discussões do Desenho Metodológico. Ibidem. p. 106-115.

Marques AJS, Dutra RAA. Conflito de Interesse: Transparência para Ficar Legal. Ibidem. p. 116-127.

Gomides EFC. Implantação do Primeiro Consórcio Intermunicipal da Saúde no Estado de Goiás. Ibidem. p. 128-139.

Oliveira RB, Castro RGL. Sesacre Legis: Banco de Normas da Secretaria de Estado de Saúde do Acre. Ibidem. p. 140-152.

Taveira ZZ, Scalco N, Ferreira LB. O Subsistema de Atenção à Saúde Indígena e a Integralidade da Atenção à Saúde. Ibidem. p. 154-167.

Alves SMC, Pereira AGD, Delduque MC. Segurança do Paciente: Aspectos Comparativos entre Brasil e Portugal. Ibidem. p. 168-182

Schramm LC, Sousa MN, Lima MCF. Efetividade do Acesso aos Serviços de Saúde de Oncologia no Estado do Maranhão. Ibidem. p. 184-194.

Schulze M. A Desjudicialização da Saúde no Rio Grande do Sul: Cabal Redução do número das Ações Ativas e Estratégia e Interiorização. Ibidem. p. 196-208.

Ferreira JG, Lima CHF, Araujo JC. Educação Permanente em Atenção Ontológica: Estratégia de Gestão para Aprimoramento dos Processos de Trabalho nos Serviços de Saúde no Estado do Maranhão. Ibidem. p. 210-221.

Moraes RS. Uma Síntese do Fomento ao Desenvolvimento Harmônico e Sustentável Via Atuações Resolutivas, Principalmente as Atuações Resolutivas de Planejamento e de Gestão Sistêmicos, de Negociação, de Mediação e de Conciliação (DHS via PGS e NMC). Ibidem. p. 222-234.

Lopes LT, Amaral TCL. Aumento da Mortalidade por Acidentes Envolvendo Motociclistas no Brasil, Associado ao Processo de Massificação do Uso de Motocicletas e à Baixa Eficiência das Políticas Públicas Federais no Enfrentamento dessa Escalada. Ibidem. p. 236-247.

Bem IP, Delduque MC. Presidencialismo de Coalizão: uma Revisão Narrativa da Literatura 2013-2017. Ibidem. p. 248-258.

Figueiredo EAS, Campos JFS, Pereira AGD. Desafios Jurídicos da Medicina Personalizada. Ibidem. p. 260-271.

Amaral TCL. Informação, Educação e Comunicação em Saúde no Mundo Contemporâneo: Religando os Conhecimentos Segundo o Conhecimento Complexo. Ibidem. p. 272-279.

Henrique MC, Mendonça MRL, Braga EA. NatJus e Desjudicialização da Saúde. Ibidem. p.280-291.

Downloads

Publicado

24-09-2019

Como Citar

1.
Alves JA. Coletânea Direito à saúde: boas práticas e diálogos institucionais. Cad. Ibero Am. Direito Sanit. [Internet]. 24º de setembro de 2019 [citado 28º de novembro de 2022];8(3):206-13. Disponível em: https://www.cadernos.prodisa.fiocruz.br/index.php/cadernos/article/view/560

Edição

Seção

RESENHAS