Medicalização e migrações internacionais: proteção de direitos e práticas de saúde no controle de fronteiras

Autores

  • Moisés Moreira Vieira Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.17566/ciads.v5i0.307

Palavras-chave:

Medicalização, Migração, Saúde, Direitos Humanos.

Resumo

O trabalho tem como objetivo analisar os impactos da medicalização no controle de fronteiras dos países, identificando possíveis implicações para a prática médica e para os direitos dos migrantes internacionais. Para tanto, assume como objeto de análise as restrições de viagem relacionadas ao HIV/AIDS, existentes na legislação imigratória do Canadá. No que tange à metodologia utilizada, o estudo classifica-se como bibliográfico e documental. Quanto aos procedimentos metodológicos empregados, têm-se a leitura e a análise de materiais publicados sobre o tema, tais como livros, publicações em periódicos e artigos científicos, além do estudo e interpretação de informações que se encontram em documentos sem conteúdo analítico (leis, relatórios com dados estatísticos, etc.), conferindo-lhes importância como fonte de análise. O estudo verifica que a medicalização do controle de fronteiras obscurece a aferição da eficácia das restrições, enquanto instrumento de proteção da população, capaz de justificar o sacrifício de direitos dos migrantes soropositivos. Além disso, observa-se que o aumento da jurisdição dos profissionais da saúde contribui para o esvaziamento terapêutico da atividade médica, centrada em rotinas administrativas em detrimento do melhor interesse do migrante/paciente. Finalmente, nota-se que discursos e práticas médicas conhecem e produzem o migrante “saudável”, apto a cruzar as fronteiras do Estado, num contexto de relações de poder, que violam direitos dos migrantes soropositivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Moisés Moreira Vieira, Universidade Federal da Bahia

Mestre em Relações Internacionais pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Ex-bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (FAPESB). Graduado em Direito pela UFBA. Advogado. Salvador/Bahia, Brasil. E-mail: m.moreira.vieira@gmail.com

Downloads

Publicado

30-12-2016

Como Citar

1.
Vieira MM. Medicalização e migrações internacionais: proteção de direitos e práticas de saúde no controle de fronteiras. Cad. Ibero Am. Direito Sanit. [Internet]. 30º de dezembro de 2016 [citado 30º de novembro de 2022];5:165-81. Disponível em: https://www.cadernos.prodisa.fiocruz.br/index.php/cadernos/article/view/307

Edição

Seção

ARTIGOS