Revista Crescer: uma análise discursiva dos sentidos sobre a maternidade consonantes as propostas de rede cegonha

Autores

  • Nara Reis Universidade Federal de Juiz de Fora Autor
  • Wedencley Alves Universidade Federal de Juiz de Fora Autor

Palavras-chave:

Revista Crescer, Maternidade, Redes de Saúde, Discurso, Mulher

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar quais os sentidos sobre a maternidad estão sendo pautados na revista Crescer. Escolhemos essa revista por ser uma mídia hegemônica sobre o tema. Essa primeira análise está inserida no processo para a tese de Mestrado sobre o tema amplo que é a romantização da maternidade. Também é desenvolvido dentro da disciplina de Comunicação e Poder da Universidade Federal de Juiz de Fora. Iremos analisar a partir da Análise do Discurso (Eni Orlandi - Michel Pêcheux) que mapeia relações de sentido e poder. A discussão abordada neste artigo é como os meios simbólicos também refletem nas políticas públicas de forma a veicular programas de saúde pautados em ideologias disseminas pelo corpo social. Tome-se por exemplo a rede Cegonha que ilustrou nosso objeto de estudo. Após a análise, verificou que programa de assistência à saúde feminina é um projeto que espelha o que é disseminado na mídia também. A saúde da mulher não é vista como um todo, mas sim, atrelado a maternidade e, principalmente, a maternidade romantizada.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Nara Reis, Universidade Federal de Juiz de Fora

    Programa de Pós-Graduação, Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, MG, Brasil. E-mail: narajack7@gmail.com

  • Wedencley Alves, Universidade Federal de Juiz de Fora

    Programa de Pós-Graduação, Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, MG, Brasil. E-mail: wedencley@gmail.com

Downloads

Publicado

29-12-2017

Edição

Seção

ANAIS

Como Citar

1.
Revista Crescer: uma análise discursiva dos sentidos sobre a maternidade consonantes as propostas de rede cegonha. Cad. Ibero Am. Direito Sanit. [Internet]. 29º de dezembro de 2017 [citado 27º de maio de 2024];6:585-91. Disponível em: https://www.cadernos.prodisa.fiocruz.br/index.php/cadernos/article/view/1122