[1]
C. J. Schulze, “Pandemia, futuro e constitucionalismo sanitário”, Cad. Ibero Am. Direito Sanit., vol. 9, nº 4, p. 9–11, dez. 2020.